A estratégia do oceano azul

Você já parou para se perguntar, que tipo de negócio ainda não foi inventado? Ou o que tipo de produto ninguém quer fazer? Que tipo de cliente nenhuma empresa quer ter? Nós estamos em um mundo tão competitivo que é difícil dar uma resposta a essas perguntas, parece que as soluções para elas já foram criadas. Mas não é isso que afirma a estratégia do oceano azul.

A estratégia do oceano azul afirma que sempre haverá algum mercado cheio de oportunidades, pouco ou nada explorado, onde a concorrência é baixa e a lucratividade é alta. Para descobrir esses oceanos é preciso ter criatividade, conseguir enxergar longe e acreditar.

Origem do termo

Quem “inventou” esse termo foram os pesquisadores W. Chan Kim e Renée Mauborgne. Eles identificaram que a maioria das empresas criam estratégias para disputar os mesmos clientes, os mesmos mercados, os mesmos espaços, etc. Entende-se isso como um “oceano vermelho”, que é um oceano saturado, cheio de concorrentes. Um oceano poluído de sangue, causado pelas constantes brigas entre a concorrência.

Já outras empresas preferem criar estratégias para sair dessa “briga” massiva e entrar em um oceano pouco ou nada explorado, de águas limpas, com muitas oportunidades onde ninguém se aventurou ainda. Isso é um oceano azul.

Como identificar um oceano azul

Uma forma de encontrar um oceano azul é analisando o mercado, a concorrência e fazendo quatro perguntas. Encontrando uma resposta para elas fica mais fácil identificar esse oceano. As perguntas são:

  • O que todos fazem que eu diminuirei?
  • O que todos fazem que eu farei melhor?
  • O que todos fazem que eu não farei?
  • O que ninguém faz que eu irei fazer?

Essa análise deve ser constante. Imagine que você encontrou o seu oceano azul e está fazendo muito sucesso. Obviamente outras empresas irão copiá-lo, e com o tempo esse oceano ficará vermelho, com muitas empresas lutando pelo mesmo espaço. Sendo assim a estratégia do oceano azul deve ser constante. Uma empresa que está em um oceano azul não pode se acomodar jamais.

Também não se deve achar que um oceano azul precisa ser um negócio gigante, inovador, que irá revolucionar o planeta. As vezes um oceano azul pode estar na sua cidade, no seu bairro, na sua rua, etc. Por exemplo, você deseja montar uma academia. Globalmente isso não seria um oceano azul certo? pois existem milhares de academias espalhadas por aí. Mas e na cidade tal, no bairro tal, onde ainda não existe nenhuma academia e as pessoas dali precisam se deslocar quilômetros se quiserem malhar? Obviamente é um mercado a ser explorado, um oceano azul.

Ebook Renda Extra Online

Ebook Renda Extra Online

Aprenda como ter uma renda extra consistente e duradoura pela internet ou até mesmo viver exclusivamente disso

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *